Como perdoar alguém que te fez muito mal, feriu e magoou.



Como perdoar alguem que te fez muito mal, feriu e magoou.

Como perdoar alguém que me fez muito mal? Se você não consegue nem imaginar como perdoar alguém que te magoou muito, te feriu ou te fez muito mal, saiba que nem tudo está perdido.

A questão não é que você deve perdoar porque a pessoa necessita do seu perdão, nem que é preciso perdoar para ser considerado bom, forte, ou ser aceito pela sociedade. Na verdade, perdão não é a palavra correta, pois já está totalmente deturpada por crenças limitantes e conceitos religiosos. Apalavra certa é LIBERTAÇÃO. Você precisa se libertar emocionalmente dessa pessoa que te fez mal e da situação do passado. O "perdão" é defendido por Jesus, não por questão de ter que perdoar pra ser aceito por Deus, mas porque ele traz uma libertação do trauma para VOCÊ.

No post de hoje vamos explicar porque é importante se libertar energeticamente de quem te fez sofrer e apresentar um novo ponto de vista que pode te ajudar a transceder o perdão.

Ressignificando o Perdão


Vamos pensar com lógica. Vou utilizar a palavra perdão, mas por um momento deixe as crenças sobre essa palavra de lado. O perdão não liberta a pessoa que te fez mal do karma ou das consequências do que ela fez, pois apenas quem tem conhecimento o suficiente do arrependimento dessa pessoa para perdoa-la por seus atos é Deus/Universo, ou a própria pessoa. Sim, não existe perdão kármico sem arrependimento e mudança. Tudo o que fazemos tem consequências energéticas positivas ou negativas.


Sobre o Perdão na Bíblia e Jesus:


O perdão que Jesus se refere é para libertar você, mas não é para te libertar de culpa nenhuma, pois você não tem culpa de nada! Também não tem a ver com aceitar abusos ou forçar uma proximidade. O perdão é para te libertar do trauma, é para impedir que você carregue esse trauma para o resto da sua vida. Carregar dores do passado faz com que você crie uma assinatura energética negativa, que atraí mais coisas ressoantes com o trauma que você passou.

Se você conseguir se libertar da mágoa, da angústia, da dor e do ressentimento sem perdoar, tudo bem, perdão é só uma palavra. Falar que perdoa não tem validade nenhuma sem isso. Algumas pessoas dizem ter facilidade para perdoar, mas carregam todas essas dores enterradas no peito. Elas não entendem que o perdão é para si mesmas. Repito, ninguém tem poder para perdoar e "abrir a porta do céu" para ninguém. Se a pessoa pensa que perdoar é isso, ela não entendeu nada do que Jesus ensinou. Perdão também não tem nada a ver com esquecer, pois esquecer é só uma camuflagem para esconder nossas sombras sem precisar resolvê-las.


Porque Devemos Perdoar quem nos Feriu:


Pense o seguinte. Se uma pessoa te fez mal, só quem devia sofrer por isso é ela, e não você. Cada vez que você sente raiva da pessoa, cada vez que relembra, que cria diálogos negativos, ou gasta energia tentando mudar essa pessoa, quem sai prejudicado é VOCÊ. O mundo é mental, e fazendo isso você está se conectando com essa pessoa o tempo inteiro. Assim ela nunca te deixará em paz. Toda essa negatividade será captada pela pessoa (se ela sintonizar) e ela irá te tratar na mesma frequência da raiva que você possuí.

Além disso, ao se sintonizar no negativo, você abre as portas para que o outro te obsedie mentalmente também. Isso vira uma bola de neve de pensamentos ruins, que atraem situações desagradáveis e geram mais pensamentos assim. Você pode fugir para onde for, mesmo que esteja longe da pessoa que deseja evitar, irão surgir outras pessoas na mesma sintonia. É esse o tipo e gente que você irá atrair mais e mais para sua vida. Você acha que merece isso? Não! Você é inocente, não condene sua vida dessa forma. Não estamos dizendo aqui que você criou a maldade nessa pessoa, apenas que você viveu algo ruim e está perpetuando isso na sua vida até hoje, quando todo o mal já poderia ter ficado lá no passado.

Transcendendo o Perdão


A melhor forma de se libertar de uma dor assim é através do autoconhecimento, que consequentemente implica no conhecimento do universo, pois o universo está dentro de nós. Quando entendemos como essa realidade física é construída, o perdão perde todo o sentido e o amor incondicional é compreendido. A necessidade de perdoar só existe quando estamos presos a perspectiva da vida na matéria. Para ter paz em meio a muita dor é preciso vencer o mundo material.

"Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo." (João, 16:33)

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." (João 8:32)

Se você não tiver preconceitos e abrir sua mente para o novo, esse post pode te ajudar a se libertar. Esqueça religiões, mas saiba que muito do que vamos falar aqui está oculto na Bíblia em forma de parábolas.


1. Você não é seus pensamentos:


Você não é seus pensamentos e nem precisa aceitar tudo o que pensa. Os pensamentos negativos são fabricados pelo nosso Ego, nós somos aquele que observa e escolhe estes pensamentos.

Para nos libertarmos do sofrimento, precisamos acalmar a mente. Nosso Ego vai ficar o tempo todo lembrando que aquela pessoa é muito má, que o que aconteceu foi injusto, e toda aquela conversa que já sabemos. Ok, você não precisa negar nada disso, mas também não há necessidade de baixar a sua vibração com esses pensamentos.

Por isso, vamos "acalmar" o Ego através do entendimento de uma nova perspectiva sobre a realidade.


2. Você é um ser divino:


Não somos o Ego, nem nossos pensamentos, somos centelhas Divinas de Deus. Então o outro também é Centelha, cuja essência verdadeira é puro amor. O que Jesus queria, era que reconhecêssemos a Centelha Divina no outro. Assim como as vezes nós nos deixamos levar pelo Ego e acabamos nos distanciando de Deus, o mesmo ocorre com as outras pessoas, as vezes em um nível mais grave. A pessoa que é "má", está hipnotizada pela matéria e completamente desconectada da fonte. Por isso, Jesus tinha compaixão dessas pessoas. Ele dava a outra face simplesmente por saber da verdade, e por não desejar se afastar de sua essência divina. Isso não significa que precisamos ser amigos, gostar ou estar perto de quem nos prejudica. Basta reconhecer que o outro é um ser divino perdido e não se deixar corromper.


3. Estamos em uma experiência:


Somos seres espirituais vivendo uma experiência humana, somos Deus atuando na matéria. Cada Centelha Divina é uma parte de Deus que se limita para experienciar essa dimensão através de nós. No fim, tudo está ocorrendo na mente do Todo, o universo é mental.

O que causa sofrimento é o apego ao personagem e a história do personagem. Esquecer da nossa natureza divina é necessário para a experiência humana. Porém, Deus nos criou com o livre arbítrio, com o direito de relembrar e se reconectar a ele. Isso significa que você pode ter a visão do "ator" e não se envolver negativamente com a peça. Posso dizer que esse é um "super poder" concedido as pessoas que sofrem. Quem busca se libertar da dor acaba encontrando a verdade, encontrando Deus em si. Existem inúmeras vantagens em se libertar da "Matrix", foi esse o caminho que Jesus seguiu e queria que seus discípulos seguissem também.


4. O outro não existe, somos um:


Só existe Deus, tudo é Deus. É preciso lembrar o tempo todo que estamos em uma SIMULAÇÃO, porém real e necessária (parece contraditório, mas é isso). Nunca mais esqueça dessa verdade. As pessoas NÃO são os personagens que você conheceu, eles são os "atores". Você odiaria o ator de um filme pelo personagem que ele interpretou? Você odiaria alguém que esqueceu completamente do ser amoroso e divino que é, e além disso esqueceu o papel que deveria interpretar? Imagine como essa pessoa vai se sentir quando voltar para a fonte e descobrir que fez mal a ela mesma. Sim, ela mesma, pois somos um! Ao fazer ou desejar o mal ao outro você está prejudicando a si mesmo.

O que é o perdão diante dessa verdade? A única pessoa que precisamos perdoar é a nós mesmos, pois somos um. Ao se perdoar, a mágoa que você sentia irá se dissolver. Pois o amor que não te deram está aí dentro de você, e ele é infinito assim como Deus. A pessoa que te fez mal perdeu o contato com Deus, perdeu a alma. Como ela poderia encontrar amor para te dar?


5. A realidade é um reflexo da consciência:


Sim, nós criamos a nossa realidade! Estamos aqui para aprendermos a ser trabalhadores de Deus, pois ao retornar para o mundo espiritual tudo o que pensamos se manifesta imediatamente. Tudo o que experienciamos na matéria é reflexo das crenças e sentimentos que estão dentro de nós. Se quisermos mudar algo que está fora, precisamos mudar dentro primeiro.

Apesar de estarmos em uma experiência, ela deve ser levada a sério, porém sem exageros. Precisamos encontrar o equilíbrio para manter a conexão com Deus. Nossa missão aqui é ser feliz, não devemos perder o foco quando nos deparamos com pessoas perdidas. É principalmente nesses momentos que devemos relembrar quem somos e focar apenas no que desejamos expandir.

Todos os dias ao acordar temos a oportunidade de criar uma vida diferente e melhor, através da escolha dos pensamentos e emoções que vamos alimentar. Em vez de ocupar a mente com coisas negativas do passado, que vão te fazer atrair mais do mesmo, que tal aprender a criar realidade que deseja? Se aprofunde nessa jornada do autoconhecimento e veja a magia acontecer!





Quer aprender mais? Confira dicas de estudos em nossa Livraria Quântica!


Gostou? Compartilhe essa Postagem:
Facebook | Twitter | Pinterest | Linkedin | Tumblr | Whatsapp