Meditação para iniciantes: 5 dicas simples para começar

A meditação é para  todos e um ótimo recurso para ter uma vida equilibrada em meio a correria do dia a dia. Pratique!

Meditação para iniciantes: 5 dicas simples para começar

Reservar um tempo para focar na respiração e alcançar um equilíbrio mental e físico, afastando-se ainda que momentaneamente dos problemas do dia a dia e da agenda cheia de compromissos, não é uma tarefa fácil nem tampouco impossível. E a meditação pode ser o caminho adequado para chegar lá.



Mas, o que é meditação?

Segundo Carla Barrichello, gerente de bem-estar da Natura, “meditação não é esvaziar a mente, mas desenvolver a capacidade de observação”. A prática milenar é um convite para se conectar com seu interior e estar inteiro no tempo presente, ou seja, é o contato íntimo com sua respiração. Por isso, traz muito benefícios. 

“Ela ajuda quando estamos ansiosos, estressados, com problemas para dormir e é ideal para quem busca o autoconhecimento. Quando nos silenciamos, descobrimos muita coisa a nosso respeito”, diz Carla. 

Quer experimentar? Carla entrega algumas dicas para você incluir a meditação na sua rotina: 

PROCURE UM LUGAR SILENCIOSO

Para os iniciantes, o ideal é encontrar um lugar onde não haja barulho. Um local onde você não seja interrompido e que facilite a concentração. 

ENCONTRE UMA POSIÇÃO CONFORTÁVEL

Em pé, sentado ou deitado, tanto faz. O importante é que você se sinta confortável e consiga se concentrar. Mas é necessário ficar numa postura alinhada. 

FOQUE NA RESPIRAÇÃO

Carla ressalta que a grande ferramenta para o iniciante é o foco na respiração. Se preferir, conte. Inspire em um segundo e expire também em um. Na sequência, vá aumentando o tempo. Inspire e expire em dois segundos. À medida que for evoluindo, será possível notar a diferença de temperatura entre o ar que entra e o ar que sai das narinas. Seu foco estará todo centrado na respiração. E o pensamento?

ETIQUETE O PENSAMENTO

Na prática, Carla explica que quando alguma questão de trabalho, por exemplo, começar a pairar na sua cabeça, imediatamente dê a ela a etiqueta “trabalho” e mande embora.

É um exercício que parece bobo, mas funciona, já que nossa mente tende a desencadear um pensamento atrás do outro”, explica a especialista.

A meditação contribui para que a gente não converse com nossos pensamentos. Só assim é possível aproveitar o momento presente. Com o tempo, a prática permitirá que o espaçamento entre eles se prolongue. 

USE UM GUIA

A meditação guiada é muito importante para quem está começando, afinal, dúvidas sempre aparecem. Por isso, iniciantes podem lançar mão de aplicativos que facilitam esse processo, como é o caso do Meditação Natura

Ele possui um programa de treinamento de oito semanas, meditações guiadas em áudios de quatro e dez minutos, paisagens sonoras autorais com sons da natureza que levam ao relaxamento e um relógio com sinos que marcam o tempo para quem quer meditar em silêncio, além de frases inspiradoras. Ele está disponível para Android e iOS.


Compartilhe essa Postagem:



Postar um comentário